gavilan abraçado na bolaApós cogitar saída, Gávilan permanece. Quem garante é o presidente Gilmar.

Gavilan fica. Depois dos atos ocorridos após o jogo contra o São Luiz, onde o presidente Gilmar Schenider e o gerente executivo Alvaro Prange foram agredidos, o técnico áureo-cerúleo chegou a cogitar em deixar o clube, pela insegurança causada pelo fato. Porém, ele repensou, e fica.

Segundo Schneider, a conversa da segunda pela manhã foi proveitosa e ele permanece: "O Gavilán ficou assustado com o que houve, mas conversamos no meu escritório e ele e sua comissão optaram por permanecer, em ajudar o Pelotas. Estamos confiantes no trabalho deles e da comissão. Ele estará normalmente conosco na quarta."