pp demissão Pelotas perde de novo para o Real e é eliminado da Copa FGF. Após a partida, Paulo Porto pediu demissão do cargo.

O tropeço no jogo de ida não abalou a confiança áureo-cerúlea quanto à classificação à próxima fase da Copa Wianey Carlet, afinal de contas, este ano o Pelotas vivia uma situação do tipo “quase imbatível” na Boca do Lobo. Vivia. Se a vitória do Real, 2 a 1, em Tramandaí, não assustou, neste domingo ela fez tremer a Casa azul e amarela. O time do técnico Paulo Porto e o bom futebol de tempos recentes não se encontraram no campo de jogo. Melhor para o Real, do veterano Adriano Chuva, que eliminou o Lobo da competição e prossegue nela.

No decisivo confronto de volta, valendo a classificação às quartas de final, Chuva foi o carrasco do Lobo. O atacante marcou o gol da vitória do seu time – 1 a 0 –  aos 34 minutos do tempo final e decretou a eliminação áureo-cerúlea da competição regional. E com isso o clube campeão da Divisão de Acesso dá adeus ao sonho de conquistar no segundo semestre um lugar em alguma competição nacional por meio da Copa organizada pela Federação Gaúcha de Futebol.

PAULO PORTO PEDE DEMISSÃO DO PELOTAS

O Pelotas comunicou, na noite deste domingo, que o técnico Paulo Porto pediu seu desligamento do cargo. Em nota, a diretoria azul e ouro agradeceu ao treinador pelo trabalho. Porto foi o responsável pelo Acesso ao Gauchão 2019 e pela recente conquista da Tríplice Coroa (Sul Fronteira, Supercopa e Recopa). A saída vem logo após a eliminação da equipe da zona sul do estado na Copa Wainey Carlet. Neste domingo, o time perdeu para o Real por a 1 a 0.

DM