Quando visitar Santa Catarina nâo deixe de conhecer a 

 

  PARRILLADA LAS LEÑAS

                     em Florianópolis e Camboriu. CARNES NOBRES                    
 

 

 

Grêmiofoi excluído nesta quarta-feira (3) daCopa do Brasil. O clube foi julgado pelo STJDno Rio de Janeiro e, após votação em evento que durou pouco mais de três horas, a decisão de retirar o time da competição foi confirmada.

O relator do STJD, Francisco Pessanha, iniciou a votação a favor da exclusão do Grêmio da Copa do Brasil, multa de R$ 50 mil e que os torcedores acusados sejam impedidos por 720 dias de entrar na Arena ou qualquer outro estádio que o Grêmio seja mandante. O segundo voto foi de Ricardo Graiche, procurador do STJD, e acompanhou o primeiro relato. O terceiro voto, de Ivaney Cayres, selou a exclusão do Tricolor. Cayres acompanhou os dois primeiros votos.

O julgamento noSTJDestava marcado para às 14h desta quarta-feira e começou com cerca de 15 minutos de atraso. O Grêmio iniciou sua defesa mostrando as campanhas que o clube tem feito sobre racismo e vídeos foram apresentados aos auditores do STJD.

A defesa do Grêmio colocou como base de afirmação, as campanhas e matérias veiculadas na imprensa, com as ações que o Grêmio promoveu antes e depois dos fatos ocorridos neste caso com o goleiroAranha.

Após a apresentação da defesa, o presidenteFábio Kofffoi chamado para depor como parte das provas e afim de reforçar algumas informações.
Fábio Koff tomou a palavra e começou sua fala mostrando o valor do julgamento: “O prejuízo causado a imagem do clube é irreparável. Se a pena ocorrer, deve ter sentido pedagógico e não ultrapassar limites”

O presidente citou as campanhas que oGrêmio faz com categorias de base, envolvendo crianças carentes onde, segundo o presidente, tem sua maioria com pessoas negras.