Brasil joga mal e perde para o Figueirense

Na tarde desta sexta (15), data importante para a história do clube – 12 anos do fatídico acidente que vitimou Milar, Régis e Giovani -, o Xavante visitou o Figueirense, no Orlando Scarpelli, em partida válida pela 35ª rodada da Série B, e foi derrotado por 3 a 0. O próximo confronto está marcado para terça (19), às 16h, no Bento Freitas, contra o América/MG.

No início do jogo, a equipe do técnico Cláudio Tencati criou duas chances de abrir o placar. Uma com Wellissol e a outra com Bruno José, em um contra-ataque rápido. Porém, os donos da casa marcar o primeiro aos 19 minutos, com Geovane Itinga. E aos 29, o Figueira ampliou com Dudu. No finalzinho da primeira etapa, Diego Gonçalves marcou o terceiro de pênalti.

No segundo tempo, o técnico rubro-negro mudou a equipe. O Xavante tentou o gol, mas não conseguiu balançar as redes do Furacão. No final do jogo, o garoto Léo Ferraz, cria da base Xavante, entrou e fez sua estreia na equipe profissional do Brasil. O próximo confronto está marcado para terça (19), às 16h, no Bento Freitas, contra o América/MG.

Melhores momentos

Ficha técnica:

Brasil: Rafael Martins, Felipe Albuquerque (Rodrigo Ferreira), Leandro Camilo, Diego Ivo, Bruno Santos (Mateus Mendes), Sousa (Cazonatti), Rafael Vinicius, Matheus Oliveira, Bruno José, Wellissol (Pablo) e Dellatorre (Léo Ferraz). Técnico Cláudio Tencati.

Figueirense: Rodolfo, Everton Santos, Guilherme Thiago (Alemão), Vitor Mendes, Renan Luis, Goevane (Arouca), Patrick (Matheus Neris), Dudu (Jhonatan), Bruno Michel, Diego Gonçalves e Geonvane Itinga (Lucas Barcelos). Técnico Jorginho.

Gols: Geovane Itinga, 19′ 1T, Dudu, 29′ 1T e Diego Gonçalves, 48′ 1T (F).

Cartões amarelos: Leandro Camilo e Cazonatti (B); Dudu (F).

Fonte: Carlos Insaurriaga / AIGEB