Brasil abre 2 gols de vantagem e sede o empate no final


O Xavante iniciou buscando a vitória  e conseguiu abrir boa vantagem em seis minutos. Aos 16, Diogo Oliveira dominou e, sem marcação, chutou no canto esquerdo de Matheus Vidotto. Na sequência, Leandro Leite cabeceou direto no fundo da rede. O Figueirense buscou a reação  conseguiu diminuir antes do intervalo. Aos 45, Pereira cruzou para Willian Popp marcar.

A etapa final parecia que iria terminar sem emoção. Parecia. Depois das duas equipes tentarem o gol sem sucesso, Willian Popp voltou a brilhar e marcou o segundo dele e também do Figueirense na partida. Aos 44, ele cobrou falta e empatou o jogo. Porém, na sequência, acabou expulso após confusão com os jogadores da equipe adversária. Ele tirou a bandeira do Brasil de Pelotas durante a comemoração.

Como ficam Brasil e Figueirense

Com um ponto para cada lado na 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Xavante sobe duas posições na tabela e chega ao 11º lugar, enquanto o Figueirense deixa a lanterna da Segundona momentaneamente

Próximos jogos

Brasil  e Figueirense entram em campo novamente na próxima terça-feira, 24 de setembro. Às 20h30, o Xavante enfrenta o América-MG no Independência. Um pouco mais tarde, às 21h30, o Figueira recebe o líder Bragantino no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Melhores momentos  de Brasil 2 x 2 Figueirense

Coletiva do técnico Bolivar

FICHA TÉCNICA
Brasil-RS 2 x 2 Figueirense

BRASIL
Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Nirley e William Formiga; Leandro Leite, Eduardo Person, Murilo Rangel e Diogo Oliveira (Guilherme Queiroz); Cristian (Maicon Assis) e Rodrigo Alves (Carlos Jatobá). Técnico: Bolívar.

FIGUEIRENSE
Vidotto; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Renner (Fellipe Mateus); Patrick (Gustavo Poffo), Pereira e Tony; Willian Popp, Robertinho e Yuri Mamute (Andrigo). Técnico: Márcio Coelho (interino).

GOLS: Diogo Oliveira, aos 16 do primeiro tempo, e Leandro Leite, aos 22 do primeiro tempo (B). Willian Popp, aos 45 do primeiro tempo e aos 44 do segundo tempo (F).

CARTÕES AMARELOS: Nirley (B) e Victor Guilherme e Willian Popp (F).

EXPULSÃO: Willian Popp (F).

ARBITRAGEM: Thiago Duarte Peixoto, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Fabrini Bevilaqua Costa (trio de SP).

BORDERÔ: 4.210 torcedores, para renda de R$ 55.115.

LOCAL: Bento Freitas, em Pelotas (RS).