Brasil vence o Londrina no Bento Freiras e sobe para 11º na classificação


O Xavante marcou cedo, logo aos 7 minutos do primeiro, Rodrigo Alves cruza da direita, Ednei sozinho, aproveita indecisão entre o zagueiro e o goleiro e com o gol vazio marca o único gol da partida. O jogo foi de muita marcação e poucas chances claras de gols, o Brasil pressionou, mas não conseguiu aumentar o placar.

No segundo tempo o Londrina foi para cima do Brasil, a equipe catarinense precisava desesperadamente da vitória, já estava a sete jogos sem vencer (seis derrotas e um empate), apesar de pressionar criou poucas chances claras de gol. O rubro negro administrou bem o jogo e tentou, sem sucesso, ampliar o placar nos contra-ataques. No final o Brasil conseguiu a sua terceira vitória nos últimos        cinco jogos, já o Londrina, em crise, está agora a oito jogos sem vencer, derrota nas cinco últimas partidas.

Como fica

Com o resultado, o Brasil ultrapassa o Londrina na tabela e fica em 11º, com 28 pontos. O Tubarão é o 12º, com 25 pontos, e pode perder mais duas posições até o fim da rodada. Veja a tabela completa da Série B.

Próximos jogos

O Brasil volta a jogar na próxima terça-feira, quando encara o CRB, às 19h15, no Rei Pelé. O Londrina ganha uma folga na tabela e só joga no dia 14, sábado, às 11h, contra o Coritiba, no Estádio do Café. As partidas são válidas pela 22ª rodada da Série B.

Melhores momentos de Brasil 1 x 0 Londrina


Ficha técnica

Árbitro: Adriano Barros Carneiro – CE

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira - CE e Eleutério Felipe Marques Junior - CE

Renda: R$ 48.465,00

Público: 3.833 torcedores

Cartões Amarelos: Brasil: Cristian, Londrina: Germano, Paulinho Moccelin

Gol: Brasil: Ednei 7' 1T

Brasil: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Bruno Aguiar (Nirley), Leandro Camilo e Ednei; Leandro Leite, Eduardo Person, Murilo Rangel (Maicon Assis) e Diogo Oliveira; Cristian (Daniel Cruz) e Rodrigo Alves; Técnico:Bolívar

Londrina: César; Hélder, Wallace, Léo Rigo e Breno; Matheus Neris (Léo Passos), Germano e Higor Leite; Paulinho Moccelin (Luidy), Alisson Safira (Nathan Cachorrão) e Júnior Pirambu; Técnico: Claudio Tencati