Brasil não resiste a pressão e perde para o líder Bragantino 


O Brasil foi a Bragança Paulista, nesta noite de sábado (31/08) jogar contra o líder, Brangantino, no estádio Nabi Abi Chedid, pela primeira rodada do segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro. O Xavante foi pressionado pelos donos da casa no início da partida, e se valeu da sua boa marcação para conter  o adversário, apostou nos contra-ataques para tentar surpreender a equipe paulista. Ao 40 minutos Carlos Eduardo defendeu cruzamento da esquerda de Edimar, no rebote Bruno Aguiar tentou cortar e marcou contra, Bragantino na frente. Três Minutos depois Carlos Jatobá cabeceou forte, após escanteio cobrado da direita e empatou para o rubro-negro. Final do primeiro tempo 1 x 1.

 No segundo tempo o Xavante foi ainda mais pressionado, o Bragantino impôs um ritmo forte, partiu todo para o ataque, enquanto o Brasil apenas se defendia, tanto insistiu que através de Wesley, que bateu cruzado e não deu chances para Carlos Eduardo. O Brasil ainda teve Willian Formiga expulso. Final no Nabi Abi Chedid Bragantino 2 x 1 Brasil.

Como ficam as duas equipes

O Brasil, que não perdia há três rodadas, segue na 12ª posição, com 25 pontos. O Bragantino, invicto há seis jogos, chegou aos 41 pontos e segue na liderança isolada da Série B.

Próxima rodada

O Brasil volta a jogar nesta terça-feira (03/09), contra o Londrina, às 19h15, no estádio Bento de Freitas. O Bragantino joga no próximo sábado (07/09), contra o Sport, às 19h, na Ilha do Retiro

Melhores momentos de Bragantino 2 x 1 Brasil

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 2 X 1 BRASIL

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Data: 31 de agosto de 2019 (sábado)

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)

Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)

Público pagante: 6161

Renda: R$ 42.460

Cartões amarelos: Morato e Vitinho (Bragantino); Leandro Leite, Bruno Aguiar, Willian Formiga (2), Leandro Camilo e Maicon Assis (Brasil)

Cartão vermelho: Willian Formiga (Brasil)

Gols: Bruno Aguiar, contra, aos 40 minutos do primeiro tempo; Claudinho, aos 15 minutos do segundo tempo (Bragantino); Carlos Jatobá, aos 43 minutos do primeiro tempo (Brasil)

Bragantino: Júlio César; Aderlan, Anderson Marques, Rayan e Edimar; Barreto, Uillian Correia e Claudinho; Matheus Peixoto (Thiago Ribeiro), Wesley (Bruno Tubarão) e Morato (Vitinho).

Técnico: Antônio Carlos Zago

Brasil: Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Leandro Camilo e Willian Formiga; Leandro Leite (Eduardo Person), Carlos Jatobá, Diogo Oliveira (Maicon Assis) e Murilo Rangel; Cristian (Daniel Cruz) e Rodrigo Alves.

Técnico: Bolívar