Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

Brasil sai atrás do placar e busca o empate na Arena Barueri


O jogo entre Oeste e Brasil iniciou morno, a equipe de Barureri tinha o domínio do jogo, mas pouco criava, O Xavante se segurava bem na defesa. O Oeste teve duas boas chances de gols seguidas antes de abrir o placar com Bruno Lopes, aproveitando cruzamento de Cicinho. Depois de sofrer o gol o Brasil passou a se arriscar mais no ataque e assustou o goleiro Luis Carlos em um chute forte do centroavante Rafael Grampola.

Logo aos seis minutos da etapa final o Brasil chegou ao empate com Cristian, que aproveitou falha do zagueiro Caetano do Oeste após passe de Diogo Oliveira. O jogo ficou novamente morno, o Xavante segurando o resultado e o Oeste pouco eficiente no ataque. A melhor chance do segundo tempo foi do time paulista, Ednei salvou em cima da linha, depois que Léo Ceará aproveitou rebote do goleiro Carlos Eduardo, que estava fora do gol, e chutou da meia lua da área. No final o Xavante conseguiu somar mais um ponto.

O empate deixou Oeste e Brasil com os mesmos 18 pontos na classificação geral, com vantagem para Xavante por ter mais vitórias na Série B (5 a 3), ocupando a 13ª colocação, um posto acima do time de Barueri. As posições de ambos podem ser alteradas com o complemento da rodada.

Próximos jogos
Os dois times entram em campo pela 16ª rodada na próxima terça-feira: o Oeste visita o Atlético-GO no estádio Antônio Accioly, às 19h15. Também fora de casa, às 21h30, o Brasil enfrenta o Coritiba, no estádio Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

OESTE 1 X 1 BRASIL

OESTE - Luis Carlos; Cicinho, Kanu, Caetano e Alyson; Bonilha, Thiaguinho (Léo Ceará), Elvis, Bruno Lopes (Bruno Gonçalves) e Matheus Oliveira (Cesinha); Fábio. Técnico: Renan Freitas.

BRASIL - Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Ednei; Leandro Leite, Carlos Jatobá, Diogo Oliveira (Rodrigo Alves) e Murilo Rangel; Cristian (Elias) e Rafael Grampola (Daniel Cruz). Técnico: Bolívar.

GOLS - Bruno Lopes, aos 22 minutos do primeiro tempo; Cristian, aos oito do segundo.

ÁRBITRO - Luiz César de Oliveira Magalhães (CE).

CARTÕES AMARELOS - Cicinho, Thiaguinho e Bonilha (Oeste); Carlos Jatobá (Brasil).