brasil x braga Brasil arrancou perdendo na série B.

A largada não foi como esperavam os rubro-negros: mesmo em casa, o Brasil não foi páreo para o Bragantino e perdeu por 1 a 0 na estreia das duas equipes no Campeonato Brasileiro da Série B, na noite desta sexta-feira, no Estádio Bento Freitas. O time xavante terá agora de tentar se recuperar do tropeço caseiro na próxima sexta-feira, diante do Londrina, no Paraná.

Prevaleceu o melhor entrosamento do Bragantino nos primeiros 45 minutos. O time paulista apresentou performance equilibrada, organizada, determinada: soube conter as investidas do Brasil e sempre que foi ao ataque o fez com perigo ao gol de Carlos Eduardo. Aos 17 minutos mandou uma bola na trave, em cabeçada de Ytalo; aos 29 obrigou o goleiro xavante a fazer excelente defesa para evitar o primeiro gol da Série B. E aos 38, após boa jogada de Osman, pela esquerda, Bruno Tubarão não perdoou: e fez 1 a 0 para o Bragantino.

No tempo final o panorama mudou pouco: o Brasil até chegou algumas vezes com perigo, ao ataque, mas com pouca objetividade diante do entrosado e experiente adversário. Restou segurar as investidas do Bragantino e exploração de contra-ataques prejudicados pelas molhadas condições do gramado. Mas não deu certo. E o Xavante amargou um resultado negativo no primeiro compromisso na competição nacional

Além do prejuízo na tabela, com a derrota em casa, o time do técnico Rogério Zimmermann teve uma baixa que preocupou a todos os presentes na Baixada. O lateral Ednei, que havia entrado no lugar de Bruno Santos deixou o campo lesionado e precisou ser levado para atendimento hospitalar.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 0 x 1 BRAGANTINO

BRASIL: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Leandro Camilo e Bruno Santos(Ednei/Marcinho); Leandro Leite, Washington, Murilo Rangel e Juba; Branquinho e Bruno Paulo. Técnico: Rogério Zimmermann.

BRAGANTINO: Júlio César; Anderson Marques, Pedro(Ueslei), Ligger e Rafael Carioca; Barreto, Uillian Correia, Ytalo(Rayne) e Bruno Tubarão; Osman e Roberson(Mateus Peixoto). Técnico: Antônio Carlos Zago.

ÁRBITRO: José Mendonça da Silva Junior (PR)

DM