michel vec Em jogo de seis gols, Brasil só empatou com o VEC e acabou na décima colocação.

Aliviado pela permanência na elite gaúcha após a vitória no clássico Bra-Pel e com esperança de se classificar às quartas de final. Assim o Xavante entrou em campo na noite desta quarta-feira, no Antônio David Farina. Não deu. O time do técnico Gustavo Papa só empatou com o rebaixado Veranópolis: 3 a 3. E deu adeus ao Gauchão 2019.

A igualdade no placar nos primeiros 45 minutos ficou de boa para os dois times, de pouca inspiração em campo, apesar dos dois gols. O VEC abriu o marcador com Macena, aos cinco minutos. O Brasil chegou ao empate aos 20: Branquinho sofreu pênalti e Michel cobrou para deixar 1 a 1.

Se a inspiração não entrou em campo no tempo inicial, no final sobrou transpiração: O Brasil virou, aos 7, com um golaço de Pará; sofreu virada aos 17 e 26, Juninho e Patrique, mas igualou aos 40, com Nirley. No gol de Patrique, Carlos Eduardo falhou feio.

O Brasil agora volta suas atenções para a Série B do Campeonato Brasileiro, no qual estreia no dia 13 de abril, na Baixada, diante do Bragantino.

VERANÓPOLIS(3):.Anderson; Lito, Negretti, Geninho e Vinicius; Caio(Patrique), Fabrício(Pierri), Juninho, Talles; Macena(Darlãn) e Juba. Técnico: Hélio Vieira.

BRASIL(3): Carlos Eduardo; Hélder, Camilo, Nirley e Pará; Leandro Leite, Sousa, Diogo Oliveira, Branquinho(Douglas Bággio); Bruno Paulo(Maiquel Assis) e Michel(Fabrício). Técnico: Gustavo Papa Papa.

  • ÁRBITRAGEM: Daniel Soder, auxiliado por Michael Stanislau e Max Augusto Vioni.
  • LOCAL: Estádio Antônio David Farina, em Veranópolis.
  • DM