leandro leite boaEm um ambiente de otimismo pelas últimas contratações, Leandro Leite(foto) é um dos poucos remanescentes da base dos últimos anos.

As últimas contratações do Brasil, especialmente a do zagueiro Bruno Aguiar, dão uma dose de confiança aos rubro-negros quanto ao futuro da equipe no Campeonato Gaúcho. Sem alarde, a diretoria xavante já anunciou 12 jogadores – todos com experiência e com histórico em competições nacionais. Resta saber se haverá “liga” imediata, considerando o curto período de preparação até a estreia no estadual. A pré-temporada estará reduzida a apenas três semanas.

No ano passado, o tempo era também um obstáculo. O grupo tinha igualmente passado por uma profunda transformação. A aposta era em jovens jogadores, mas o resultado foi imediato. O Brasil arrancou bem no Gauchão e abriu a vantagem que o assegurou na primeira posição da fase classificatória, levantando a taça de campeão do torneio Centenário da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Em comparação com 2017, o Brasil poderá ter apenas quatro jogadores na estreia nesta próxima temporada que estiveram entre os titulares na vitória por 3 a 1 diante do Juventude em 17 de janeiro do ano passado. Os dois zagueiros Leandro Camilo e Heverton, o volante Leandro Leite e o centroavante Luiz Eduardo são os remanescentes. Carlos Eduardo e Sousa seguem no grupo, mas ficaram na reserva naquela oportunidade.

dm