brasil x goiasBrasil venceu o Goiás e acabou nadécima colocação da série B 2018.

O Brasil entrou em campo, na tarde de sábado, aliviado pela permanência na competição nacional de 2019; o Goiás em ritmo de festa pelo acesso à Série A do próximo ano e querendo comemorar com a torcida que lotou o Serra Dourada. Melhor para o Xavante que marcou no inicio da partida, segurou o time goiano, venceu por 1 a 0, e fez a festa no último jogo pelo Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Goiás terminou, na 4ª colocação, com 60 pontos na tabela; o Brasil ficou em 11ª lugar, com 50 pontos.

O Xavante agora volta suas atenções para o Gauchão do próximo ano, no qual estreia no dia 20 de janeiro, quando recebe o Caxias, no Bento Freitas.

O time do técnico Rogério Zimmermann começou a mil no Serra Dourada e surpreendeu o Esmeraldino. Com 21 segundos, Diego Miranda aproveitou cruzamento da esquerda e marcou para o Brasil após a defesa do Goiás não conseguir fazer o corte. Empurrado pelo seu torcedor que lotou o estádio, os donos da casa vão para cima em busca do gol de empate. Em vão.

Bem postado em campo, o Rubro-Negro não fica intimidado e cede poucos espaços. Os goianos ficam com mais posse de bola, porém encontram dificuldades de infiltração na área defensiva do Xavante. Aos 39, Alex Ruan faz falta dura em jogador do Goiás, foi expulso, e deixou o Brasil com menos um jogador em campo. Enquanto isso, Marcelo Pitol brilhava na meta xavante e segurava o adversário.

Na etapa final o Brasil teve com Lourency duas chances claras de aumentar o marcador. E Pitol continuava segurando o placar. Aos 17 minutos, David Duarte foi expulso e igualou o número de jogadores em campo. Mesmo com toda a pressão goiana o Xavante deixou o Serra Dourada carregando mais três pontos na bagagem vencedora sob o comando de Rogério Zimmermann.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 X 1 BRASIL

GOIÁS: Tiago Cardoso; Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte e Ernandes; Gilberto (Edcarlos), João Afonso (Jefferson) e Giovanni; Rafinha (Robinho), Lucão e Michael. Técnico: Ney Franco

BRASIL: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Alex Ruan; Leandro Leite, Rafael Gava (Sousa), Welinton Júnior (Toty) e Diego Miranda, Lourency e Wallace Pernambucano (Bruno Collaço). Técnico: Rogério Zimmermann.

ARBITRAGEM: Marielson Alves Silva, auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias.

LOCAL: Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO.

DM