lincom interDesde 1996 sem vencer o Inter, Xavante quer quebrar o tabu hoje à noite, no Beira Rio.

O Brasil terá a partida mais difícil deste Campeonato Brasileiro da Série B. Vai enfrentar o Internacional (o clube de Série A na atual competição), nesta segunda-feira, às 20h, no Beira-Rio. A diferença entre as duas equipes se mostra na pontuação: a distância de é de 17 pontos.  Uma vitória rubro-negra irá quebrar um tabu histórico, que se estende desde 9 de dezembro de 1984. Portanto, há 32 anos e 10 meses.

O Internacional é o líder da Série B, com 54 pontos. O Xavante ocupa a nona posição, com 37. Na rodada anterior, as equipes tiveram resultados distintos. O time pelotense venceu o Juventude por 1 a 0 no Bento Freitas, dando um salto importante na tabela. Já a equipe colorada foi derrotada pelo Paraná por 1 a 0 em Curitiba.

Pela primeira vez desde que chegou ao Brasil, o técnico Clemer tem todo o grupo à disposição. Ou quase todo o grupo, porque Vitão está lesionado. O lateral-esquerdo não estreou ainda na equipe rubro-negra. Justamente na lateral é que tem troca de titular. Marlon está recuperando a posição, que foi de Breno nos últimos três meses.

Clemer não deu pista sobre a escalação do Brasil, mas existe uma tendência de retomar a formação da trinca de volantes: Leandro Leite, João Afonso e Itaqui. Rafinha treinou normalmente neste domingo, mas teve o rendimento prejudicado no último jogo por causa de um desgaste muscular. Se não puder jogar, a vaga será ocupada por Calyson, Juninho ou Misael.

INTERNACIONAL

Danilo Fernandes

Cláudio Winck

Danilo Silva

Victor Cuesta

Uendel

Charles

Edenilson

D’Alessandro

William Pottker

Eduardo Sasha

Leandro Damião

Técnico: Guto Ferreira

 

BRASIL

Marcelo Pitol

Eder Sciola

Leandro Camilo

Evaldo

Marlon

Leandro Leite

João Afonso

Itaqui

Marcinho

Rafinha

Lincom

Técnico: Clemer

  • Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
  • Data: 9/10/2017 (segunda-feira)
  • Horário: 20h
  • Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
  • Assistente: Bruno Raphael Pires (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
  • Quarto árbitro: Roger Goulart (RS)